3483848619_6910d53720_n

Esta notícia é extraordinariamente triste. Triste, porque morreu uma criança e essa notícia é sempre das mais dolorosas. Triste, porque também os pais foram vítimas: vítimas duma infecção mental em que uma mistura estranha e perversa de teorias de conspiração, desconfiança da ciência e ignorância pura e dura leva à morte absolutamente desnecessária de um pequeno rapaz, que não terá oportunidade de aprender como muitas doenças foram deixando de matar ao longo do tempo tudo por causa daquela que será, certamente, uma das maiores invenções da Humanidade: as vacinas.

Sim, as vacinas salvam milhões de crianças de morrer de doenças como a que matou este menino.

Quem é contra as vacinas porque tem medo do que não percebe, informe-se, sem complexos e sem medos. Aqueles que vos dizem que as vacinas matam estão mal informados. Por vezes, há boas pessoas que têm ideias erradas. Acontece. Get over it.

Quem é contra as vacinas porque são pouco naturais, lembre-se que as doenças são naturais e matam. “Natural” é uma palavra bonita, mas não vale a pena arriscar a vida das nossas crianças por causa de palavras bonitas.

O mundo é mais complexo do que as ideias simplistas dos anti-vacinistas e tem agora menos uma criança porque os seus pais foram vítimas duma infecção ideológica.

É extraordinariamente triste.