Hoje descobri alguém que chama «burros» todos os que usam a expressão «a lua está maior». Porque o correcto é «a lua está mais próxima».

Só me apetece bater com a mão na testa!

Vale a pena dizer que o tamanho do disco da lua aos nossos olhos não tem só a ver com a proximidade? Tem também a ver com estranhos fenómenos no nosso cérebro?

E que, de facto, às vezes, a lua está maior aos nossos olhos? E que a Lua está também mais próxima? (Uma coisa não exclui — nem implica — a outra.)

Esta sanha de encontrar erros e achar que os outros são todos burros é alimentada por muita ignorância no que toca ao funcionamento da língua. É curioso, não acham?