Tenho ouvido dizer por aí que a Catalunha já é espanhola há 800 anos. Ora, temos um problema: nessa época, não havia Espanha…

Depois deste mapa, os reinos começaram a unir-se uns aos outros — muitos dos reis ibéricos queriam ser chefes disto tudo e usaram as técnicas habituais: guerras e casamentos.

Que nós, no fim, tenhamos sido os únicos a conseguir escapar a essa lógica centralista foi fruto do sangue e suor de muitos — e de alguma sorte, como em tudo.

Pelo caminho, houve tentativas de união de vários lados — e até nós chegámos a invadir os vizinhos para ver se uníamos Portugal a Castela, vejam lá bem.

Por fim, à força da Guerra da Restauração, conseguimos deixar de lado a ideia de juntar Portugal ao projecto — e mais tarde convencemo-nos a nós próprios que nunca tínhamos participado nestas andanças.

Hoje, quando nos distraímos, acabamos por acreditar que esta península dividida em dois estados sempre existiu…

Os outros povos da península, na verdade, só se uniram num Estado realmente unificado (e muito castelhano) lá para o século XVIII — e muitos nunca se sentiram confortáveis nesse projecto duma Espanha castelhana. Não é de agora — e também não vale a pena fingir que nunca tivemos nada a ver com isto.

Enfim. É certo que podemos contar esta História de muitas maneiras. Mas uma coisa parece clara: há 800 anos, os catalães não eram espanhóis (pelo menos no sentido que damos hoje à palavra).

[Os comentários estão abertos no Facebook.]