Certas Palavras

Livros, línguas e outras viagens

Harry Potter e a Língua Escondida

Podia pôr aqui uma série de fotografias bonitas de Tarragona. Podia até armar grande barracada no Facebook propondo a J.K. Rowling para Prémio Nobel. Mas em vez disso, por estes dias em que discutir o que é literatura é a polémica du jour no Facebook (e ainda dizem que o pessoal não se interessa pela dita!), fica este pormenor que alguns portugueses nem notam quando passam pela Catalunha: os êxitos de vendas nas livrarias, por terras catalãs, costumam aparecer em duas versões, sejam ou não literatura como deve ser.

Primeiro exemplo… Por favor, olhem bem para as duas capas lado a lado. É um bom exemplo de como um olhar distraído nem nota as diferenças (até as editoras são diferentes).

  • Harry Potter y el legado maldito
  • Harry Potter i el llegat maleït

Um outro sucesso de vendas dos últimos anos, que nunca li (ao contrário do livro acima):

  • La chica del tren 
  • La noia del tren


E, por fim, um livro que vou procurar quando chegar a Portugal…

  • No tendréis mi odio
  • No aconseguireu el meu odi 


Não comprei este último livro porque para comprar traduções prefiro as portuguesas, claro está. Mas quanto aos livros originais, acho mesmo que devemos arriscar e, por vezes, sair das nossas fronteiras: aqui ficam dois livros que comprei, para encher as malas no regresso.

Primeiro, um livro dum blogger (Àlex Ribes) que passa o tempo a responder com humor aos desconchavos anticatalães que encontra na internet (é um livro que junta textos do seu divertido blogue Societat Anònima):

benvolgut-o-no

Que provocações? Coisas destas:

Sim, há quem tenha asco do catalão. A coisa não é fácil…

E por fim um romance que há anos quero ler. Li um outro livro do autor (El llibre de les mosques) e gostei para lá de muito. Quando acabar este Pão Negro, digo-vos o que achei:

Por curiosidade, este livro foi traduzido para castelhano: Pan negro. Porque insisto nestas correspondências? Porque me parece ser uma das melhores formas de destapar aos olhos dos portugueses essa língua escondida que é o catalão. Pode fazer confusão a um espanhol, mas a verdade é que os portugueses têm dificuldade em distinguir as várias línguas ibéricas que existem para lá da fronteira. Não é por mal! Tal como também sei que não é por mal que muitos espanhóis dificilmente compreendem o que nós, portugueses, dizemos da boca para fora, não é verdade? Falta de hábito, dum e doutro lado.

Confesso: quando viajo com outras pessoas, aponto entusiasmado para estas provas de bilinguismo. Porquê? Porque desde há muitos anos que as outras línguas de Espanha me parecem segredos escondidos à vista de quem viaja pelo país vizinho. É aquela estranheza que nos faz delirar com vestidos que ora são dourados ora são azuis: então mas não vêem que isto é outra língua? Que bona nit não é buenas noches? É que se para mim é claro, para outros parece tudo a mesma coisa. Somos mesmo diferentes uns dos outros, caramba.

tarragonaSei que muitos não partilham deste entusiasmo, mas o que querem?, cada um tem as suas pancadas.

Bem, para terminar, fiquem com um pormenor de Tarragona para aguçar o apetite… É uma surpresa, esta cidade, vão por mim. E, se cá vierem, tragam os ouvidos bem abertos. Porque os olhos, esses, vão andar espantados o dia inteiro.

O meu livro mais recente é A Baleia Que Engoliu Um Espanhol (Guerra & Paz, 2017). Sou ainda autor de A Incrível História Secreta da Língua Portuguesa e Doze Segredos da Língua Portuguesa. Saiba mais nesta página.

Anterior

As vogais desaparecidas do português 

Próximo

Cinco palavras catalãs que me fazem cócegas

3 Comentários

  1. Isabel Castilho

    Gràcies i Bona nit!

  2. Augusto

    Marcos, sou Brasileiro, e já tentei estudar catalão sozinho, mas não deu, há falta de materiais na internet, falta de áudios para eu perceba como pronunciar o idioma, não se tem livros da língua nas livrarias brasileiras, daí desisti e fui pro Italiano hahaha. Amo estudar línguas latinas. Aprendi castelhano de forma autodidata e depois pratiquei fazendo amizades com Argentinos, Mexicanos e demais hispánicos.

Deixe uma resposta

Powered by WordPress & Autor do grafismo: Anders Norén

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close