Certas Palavras

Blogue de Marco Neves

Onde nasceu a língua portuguesa?

Quem foi o primeiro falante de português? Qual era a língua de D. Afonso Henriques? Como seria o sotaque de Luís de Camões? Qual terá sido o primeiro livro impresso em Portugal? Como seria a voz de Eça de Queirós?

Algumas destas perguntas não têm resposta, mas foi a partir delas que me pus a escrever A Incrível História Secreta da Língua Portuguesa.

O livro é um convite aos leitores para usar a imaginação, numa viagem pelas origens da nossa língua. Pelo caminho, encontramos algumas surpresas e muitas aventuras: um rei aos murros numa estalagem do Porto, Gil Vicente a perseguir um frade pelas ruas de Lisboa, uma lisboeta que esconde um livro perigoso, Camões atrás duma dama da corte, um brasileiro que perde a família e a língua e vagueia pelo mundo…


O lançamento d’A Incrível História Secreta da Língua Portuguesa foi na quarta-feira, dia 18 de Janeiro, na Bertrand de Picoas.

Anterior

A língua portuguesa e a administração pública

Próximo

A Grande Guerra do «Obrigada!»

4 Comentários

  1. M. Ferreira Rodrigues

    Olá, viva!
    Já comprei o seu livro, mas ainda não o levantei na Bertand.
    Muitos parabéns.

  2. Das 5 perguntas da introdução, posso responder, em parte, à quarta; não o primeiro livro impresso em Portugal, mas o primeiro livro impresso em Língua Portuguesa: “Tratado de Confissom” impresso em Chaves em 1498 e descoberto em 1965 pelo Professor Pina Martins. Terá sido este também o primeiro a ser impresso em Portugal? Em princípio sim.

    • Marco Neves

      Sim, foi esse o primeiro livro impresso em língua portuguesa, pelo menos que se saiba. Terá sido o primeiro livro impresso em Portugal? Fica a pergunta… 🙂

    • Eu posso responder á primeira. Nom existe. As línguas formam-se ós poucos. Tu usas tal vocabulário e os teus filhos outro. E, mesmo assim, bem os entendes. Mais, co passo das gerações, isse vocabulário vai variando. As gerações vivas nisse momento sempre se entenderám antre iles e acharám que a sua língua é a mesma, peró chegará um ponto no que, se tu ressuscitasses, nom os poderias entender. Aí é cando falar de que nasceu outra língua. No entanto, polo dito anteriormente, é moi díficil fixar ũa fronteira concreta na que nascesse ista ou aquila língua. É impossível. Como moito, pode-se dizelo século. E isso já seria ũa fazanha.
      Respeito a u nasceu a nossa língua, issa pergunta é bem doada: nasceu na Galiza! Imagino que, aproximadamente, nasceria ao mesmo tempo por tôdalas partes da Galiza; dende Viveiro ou a Crunha até a capital Braga.
      Um apontamento: a Galiza, naquela altura, era mais grande ca oje. Ocupava a Galiza atual e máilo norte de Portugal (aproximadamente, até ó Porto)

Deixe uma resposta

Powered by WordPress & Autor do grafismo: Anders Norén

Ao continuar a usar este website, autoriza a utilização de "cookies". mais informação

As definições de "cookies" neste website permitem a utilização de "cookies" para oferecer ao leitor a melhor experiência possível. Se continuar a usar este website sem alterar as definições de "cookies" ou se clicar em "Aceitar" está a autorizar o uso de "cookies".

Fechar