Certas Palavras

Blogue de Marco Neves

Os portugueses, na Galiza, gostam de falar espanhol?

arbo-206460_1280

Suso Moinhos deixou este comentário no artigo anterior, que trago aqui para cima por ser delicioso:

…E quando vierem à Galiza, falem galego, não permitam que se repitam situações como esta:

-Buenos dias, aonde tenemos que ir para encontrarmos el museu X?
-Bom dia. Para chegarem ao museu continuem até a praça e depois virem à esquerda.
-O senhor é português?
-Não, sou…
-Então é brasileiro? Angolano?
-Sou daqui, sou galego. Portanto, sou lusófono.
-Ah, usted es espanhol…! Muntchas grácias.

Anterior

Deus está no Casino Lisboa

Próximo

Cinco artigos úteis para quem escreve em português

9 Comentários

  1. Inacio

    É verdade e a muitos galegos nos desgosta. Nós não entendemos esse comportamento dos portugueses na Galiza.

  2. Josivaldo Galdino

    Já ouvi que se falarmos em português,os galegos respondem em espanhol.É verdade?

  3. Luisa

    A língua galega e portuguesa têm muito em comum, os galego é que se fazem difíceis como os Britanicos.

  4. Diego

    Não é tão simples assim como acham alguns conterrâneos meus. Primeiro, quando falamos galego quantas vezes por dia recebemos respostas em espanhol de galegos? Segundo, os portugueses normalmente desconhecem a situação linguística galega, mas quantos galegos conhecem o movimento reintegracionista e quantos conseguem ter uma conversa de nível sobre a unidade linguística da Galiza e Portugal? Terceiro, que nível de galego temos/usamos na Galiza? Um galego-português de baixa intensidade, cheio de castelhanismos por causa do conflito lgtco, o qual é normal, pois acontece em todos os povos que vivem essa situação lgtca. Com isto quero dizer que em Portugal há tantos portugueses solidários com a Galiza e sensíveis com a sua situação lgtco cultural como galegos há na Galiza defensores de uma Galiza lusófona. Essa é a realidade. A culpa não é deles, responde à nossa fraqueza…

  5. Em El Corte de Inglés de Vigo, os empregados têm as instruções de falarem espanhol mesmo com clientes galego-falanes. A única exceção, os clientes de Portugal. Aí é quando falam galego.

  6. José Luis Valcarce

    Bo día.

    Este verán estivemos en Vilanova de Cerveira unha fin de semana e tivemos unha experiencia lingüística curiosa.

    Ao chegarmos ao residencial onde iamos nos aloxar faleille ao responsable en galego (ben é certo que o meu galego non é o mellor nin o máis enxebre) pensando que ao ser unha lingua moi semellante ao portugués a comunicación sería máis doada. O señor pediume amablemente se podía falar en castelán, porque non entendía o galego.

    O mesmo aconteceu nun restaurante, nun supermercado… Cheguei ao convencemento de que o mellor era falar castelán xa que se falaba galego erguíase un muro idiomático considerable.

    • M. de Brito

      Engraçado. Já eu, brasileiro, quando visitei a Galiza logo nos meus primeiros três dias em Portugal, tive a impressão de que era muito mais fácil entender em geral o que dizia um galego do que entender um português.

      • Douglas Meira

        Creio que seja muito mais fácil entender um português falando do que um galego. Sou brasileiro e o falar dos portugueses para mim é totalmente compreensível, já o galego só é bem entendido quando é um galego do interior da Galiza, pois o galego de Santiago e das grandes cidades é tão castelhanizado ou como chamam ‘castrapo” que é preferível ouvir um galego das terras de Lugo ou Ourense para entender. O galego dos povoados é muito mais fácil de entender do que o galego falado na CRTVG (television de Galícia).

Deixe uma resposta

Powered by WordPress & Autor do grafismo: Anders Norén

Ao continuar a usar este website, autoriza a utilização de "cookies". mais informação

As definições de "cookies" neste website permitem a utilização de "cookies" para oferecer ao leitor a melhor experiência possível. Se continuar a usar este website sem alterar as definições de "cookies" ou se clicar em "Aceitar" está a autorizar o uso de "cookies".

Fechar