“visinhança”, “theoria”, “Janellas Verdes”, “á beira”, “Collegio”, “emfim”

Erros de ortografia? Nem por isso: apenas a forma como escrevia Eça de Queirós. [Aviso: não faça isto em casa: hoje em dia estas palavras são, de facto, erros ortográficos…]

Quem tiver curiosidade de ver como era a primeira edição d’Os Maias, pode encontrá-la aqui.

Para já, fiquem com o início e o fim da obra que atormenta os alunos portugueses há tantos anos — é pena tantos caírem na esparrela de pensar que um livro é mau só por ser obrigatório, grande e não começar da forma mais excitante possível. Na realidade, é divertidíssimo…