Por terras catalãs, gosto sempre de confirmar que o El Periódico mantém esta deliciosa (e cara) particularidade: uma edição vermelha em espanhol e outra azul em catalão. Tirando a língua, as edições são iguais. Tendo em conta que todos os leitores da edição azul conseguem ler a edição vermelha (já o contrário será menos verdade), temos aqui uma demonstração de como a língua é muito mais do que uma forma de comunicação: é também, e muito, sinal de identidade. Para o bem e para o mal.

O meu livro mais recente é A Baleia Que Engoliu Um Espanhol (Guerra & Paz, 2017). Sou ainda autor de A Incrível História Secreta da Língua Portuguesa e Doze Segredos da Língua Portuguesa. Saiba mais nesta página.