Fui votar com o meu filho de três anos ao colo.

Ia muito sério, a olhar para tudo, sem perceber porque estávamos numa escola só com adultos e com tanta confusão.

Perante o boletim de voto, olhou com atenção e perguntou-me: «Tu sabes?»

Óptima pergunta…

Cá fora, enquanto esperávamos pela mãe dele, pediu-me um papel para votar também.

Foi este o resultado:

voto do filho